Reflexão do Dia 12/01/2023

Em nossa essência, todos nós somos servidores pelo trabalho que realizamos na obra da Criação e, simultaneamente, devemos ser fiéis administradores, porquanto cada criatura humana detém possibilidades enormes no projeto de vida em que trabalha.

Mordomo ou serviçal do mundo não é somente aquele que embranquece os cabelos à frente dos interesses coletivos, nas empresas públicas ou particulares, combatendo todas as vicissitudes, a fim de cumprir a missão a que se dedica.

É certeza irrecorrível que cada inteligência da Terra prestará conta dos recursos que lhe foram confiados.

A fortuna e a autoridade não são valores únicos de que devemos dar conta hoje e amanhã; o corpo é um templo sagrado; a saúde física é um tesouro; a oportunidade de trabalhar é uma bênção; a possibilidade de servir é um favor divino.

O incentivo do aprendizado é uma porta libertadora; o tempo é um patrimônio inestimável; o lar é uma dádiva do céu; o amigo é um benfeitor; a experiência benéfica é uma grande conquista; a ocasião para vivermos em harmonia com Deus, com nossos semelhantes e com a Natureza é glória comum a todos.

Também, a hora de ajudar os menos favorecidos de recursos ou entendimento é valiosa; o chão para semear, a ignorância para ser instruída e a dor para ser consolada são apelos que o céu envia, sem palavras, ao mundo inteiro, à disposição do obreiro previdente.

E aí, nós nos perguntamos: que fazemos dos talentos preciosos que repousam em nossa mente, em nosso coração, em nossas mãos e em nosso caminho? Inegável, portanto, que devemos velar pela prática do bem e pela correta conclusão da missão que nos foi confiada pelo Criador.

Nesta quinta-feira, decidamos persistir felizes no nosso labor diário, pois chegará o momento, inevitável, em que o Poder Divino nos pedirá: “Dá conta de tua Administração”.
E aí?!

Um abraçaço!

Dê a sua opinião

%d blogueiros gostam disto: