Reflexão do Dia 15/12/2022

Pela fé, nós, Aprendizes do Bem, somos chamados, como Abraão, à sublime herança que nos é destinada. E este chamado é para todos. E o grande patriarca hebreu saiu, sem saber pra onde ia.

Nós, pela nossa vez, devemos erguer o coração e partir igualmente para cumprir a nossa jornada que nos está reservada.

Sigamos firmes, mesmo constrangidos a pisar sobre os espinheiros da calúnia; a transitarmos pelos trilhos escabrosos da incompreensão; mesmo que o aguaceiro das lágrimas nos alcance o espírito e sabendo que muitas nuvens se colocarão entre nós e o Céu em longos trechos da caminhada. Quantas vezes passaremos por isso?

Impossível a resposta. Mas o que importa é marcharmos sempre no caminho interior da própria redenção, sem esmorecimento. Hoje é o suor intenso; amanhã, será a responsabilidade; depois, será o sofrimento e, quem sabe, em seguida, a solidão. Ainda assim, é indispensável seguir sem desânimo.

Abramos a vanguarda em horizontes novos de entendimento e bondade, em iluminação espiritual e progresso na virtude e subamos, sem repouso, pela montanha íngreme, vencendo desertos, superando dificuldades, varando nevoeiros e eliminando obstáculos.

Nesta quinta-feira, decidamos cumprir a nossa missão, conscientes do nosso destino e convictos de que o Criador nos espera, além da nossa cruz, nos cimos da Divina Glória.

Um abraçaço!

Dê a sua opinião

%d blogueiros gostam disto: